ANTENA PARANÓICA

lemos e descolamos o que há de melhor na rede

HISTÓRIA

O hospital que nunca existiu

Político tem mania de querer inaugurar obra que não foi concluída. Principalmente, em períodos que antecedem a eleição. E isso não é coisa de hoje não; vem de longe.

Em 1852, segundo conta o livro Curistória (As curiosidades da História), um ministro do governo da Espanha para celebrar o aniversário da Rainha Isabel II decidiu que havia chegado o momento de inaugurar o Hospital de Nossa Senhoa do Carmo. Isto seria normal, não fosse o fato de que o dito hospital não era mais que um projeto sobre o papel e não se havia começado sequer a construi-lo.

O ministro, que se chamava Melchor Ordóñez, escolheu um local dea creche que estava em funcionamento, retirou as crianças do lugar, mandou fazer uma limpeza do prédio, colocou camas, mesas, plantas… e, como toque final, fez que se trouxessem para ali várias irmãs de Caridade

Quando tudo estava literalmente decorado, a rainha foi ao local e, pelo que consta, ficou muito comovida com a visita a ponto de conceder ao político uma medalha.

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s