ANTENA PARANÓICA

lemos e descolamos o que há de melhor na rede

FRASES

As famosas que nunca foram ditas

Você acreditaria que muitas frases e grandiloquentes afirmações que continuamente escutamos ou dizemos – atribuídas a grandes personagens históricos -, na realidade, tiveram mudado o seu significado, mudado as palavras ou diretamente, nunca foram escritas ou pronunciadas por ninguém.

O fim justifica os meios:

“Il fine giustifica i mezzi” famosíssima frase atribuída a Maquiavel, não aparece escrita em nenhuma de suas obras e nem se tem certeza de que ela a pronunciou jamais. O mais parecido (mais no seu significado do que na sua forma) aparece em seu livro “Historia Florentina (III)” e diz:

“Aqueles que triunfam nunca resultarão envergonhados pelo modo como hajam triunfado”

O estado sou eu

A tradição põe essa frase na boca de Luis XIV da França quando, exilado em seu palácio em Paris, membros do Parlamento foram atrás dele e ele surgiu vestido com sua roupa de caça. O líder parlamentar fez um comentário ao monarca sobre a possibilidade de os revoltosos lapidarem os bens do estado, ao que Luís XIV respondeu: “O Estado sou eu”.

Pois bem, os mais respeitados historiadores negam que isso tenha ocorrido dessa maneira e, dizem que o rei se limitou a impor silêncio com seu gesto. Ao que parece, Luis XIV, que só tinha 17 anos, era pouco agraciado, pouco expressivo e muito parco em palavras, assim é dificil atribuir-lhe uma frase de tal impacto.

Elementar, meu caro Watson

Esta frase tão famosa e que todos pensavámos que Sherlock Holmes havia nascido dizendo-a, na realidade não saiu em nenhuma das nvoelas do grande detetive. O mais aproximado dela aparece em um relato intitulado “O Corcunda” e que foi publicado em uma revista em 1893. Ela ocorre quando Sherlock afirma que Watson tem estado muito ocupado em seu trabalho, ao que o médico se diz surpreso como ele tenha adivinhado.

“- Quando a sua ronda de visitas é curta, você a faz a pé; e quando é distante você aluga um carro. Eu vejo que suas botas, apesar de usadas, estão menos sujas, o que vale para justificar que você andou alugando um carro.

– Bem, deduzido! Exclama Watson.

– É elementar. É um desses casos em que o QI pode produzir um efeito a que seu vizinho parece extraordinário”.

A frase não é repetida e certamente não tem o peso da vaidade que tem o “Elementar, meu caro Watson”.

ORIGINAL: Iñaki.

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: