ANTENA PARANÓICA

lemos e descolamos o que há de melhor na rede

CURIOSIDADE

Erros da Ciência que acabaram dando certo

Os erros científicos nem sempre significam uma derrota no final e total desperdício de dinheiro. Alguns geraram descobertas interessantes.

Um dos exemplos mais famosos é o Viagra , que foi originalmente projetado para tratar a angina de peito. Embora a droga não tenha conseguido aumentar o suprimento de sangue para o coração, o paciente notou um efeito colateral curioso … é que uma outra parte de seu corpo tinha um suprimento de sangue que foi um prazer. Literalmente.

O brometo de potássio

Não faz muito tempo, a masturbação era vista como o pai de todos os males. Tentou-se fazer de tudo para evitá-la, até que se descobriu o brometo de potássio. Os pacientes nos quais foi administrada essa medicação tiveram uma menor taxa de masturbação (não sei o quanto se tem de pagar para fazer um estudo como este …) e foi proclamado como a solução final. Só depois que viram não ter a serventia que se pensou, então ficou servindo como ” calmante “.

Penicilina

Um clássico. Alexander Fleming descobriu que um molde tinha sido contaminado por algumas culturas bacterianas. No entanto, a área ao redor do molde, estava livre do vírus! Fleming previu que tivesse um efeito antibacteriano. A descoberta valeu-lhe um prêmio Nobel.

Big Bang

Arno Penzias e Robert Wilson tiveram um dia agitado para ajeitar uma antena de satélite de comunicações. Resolveram apontar para a Via Láctea. Muda de lá para cá e eles perceberam que um ruído de fundo que não deveria ser normal. Era de origem celeste, pensaram. Foram olhar e descobriram na antena um ninho de pombos. Mas após a limpeza do local, o barulho persistia. Acontece que o que foi capturado tinha a ver com radiação cósmica, que é considerado o resíduo do Big Bang. Mais uma vez o prêmio Nobel foi concedido por esta descoberta acidental.

Raios X

William Roentgen, físico, estava fazendo uma corrente elétrica através de um tubo de vidro dentro de gás. O gás brilhou de forma inesperada. Para continua com sua experiência sem o brilho no tubo, ele revestiiu com um papel grosso.
O brilho continuou, mas desta vez veio de uma tela tratados com elementos pesados, localizada a poucos metros de distância. Depois de algumas tentativas, ele percebeu que tinha descoberto um raio passando por elementos leves, mas não pesado: raios-X

Os vidros de segurança

Bem, como muitas coisas na vida, foi descoberto graças à falta de higiene. Ocorre que um investigador jogou um copo no chão. Embora tenha se quebrado, ele não se dividiu em vários pedaços. Interessados pelo evento estranho, perguntaram-lhe o que ele estava segurando: uma solução de nitrato de celulose com um plástico líquido. Pelo visto, não havia sido limpo bem, a ponto de solidificar e permanecer com uma camada fina transparente: o vidro revestido impediu a fragmentação interna.

Sacarina

Fahlberg. É o nome de um homem que trabalhava com alcatrão de carvão e ao voltar para casa com as mãos pretas como se fosse de um poço de petróleo. Ao chegar, provou um pedaço de bolo que sua mulher acabara de fazer, sem lavar as mãos. E aí ele perguntou a mulher se tinha algo especial no bolo, mas disse que não, eram os mesmos ingredientes de sempre. Acontece que eram suas mãos que estavam doces.

TEXTO ORIGINAL

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s