ANTENA PARANÓICA

lemos e descolamos o que há de melhor na rede

TITANIC: quando a ficção vira realidade


Em 1898, Morgan Robertson publicou um trabalho chamado “Futilidade”, que descrevia o afundamento de um navio em sua viagem inaugural entre Londres e Nova York.

Os relatos coincidem com o naufrágio do Titanic, que ocorreu 14 anos depois do livro publicado. A embarcação afundou em sua viagem inaugural entre Londres e Nova York.

O fato foi causado pela colisão com um iceberg no mar do Atlântico Norte, exatamente como no livro. Ele também era um barco de tamanho considerável, o que era considerado impossível de afundar.

O capitão do romance tinha o nome de Smith, semelhante ao do capitão do Titanic.

As semelhanças notáveis ​​não terminam aqui. Robertson acertou dados como tamanho da embarcação (800 pés) de capacidade (3.000 passageiros), o número de botes salva-vidas (24), o número de passageiros (2000), o tempo de (meia-noite) de impacto … A semelhança é mais do que razoável.

FONTE: Culturizando

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: