ANTENA PARANÓICA

lemos e descolamos o que há de melhor na rede

Lei proíbe mulher de ir ao médico sozinha

Teólogo saudita emite lei que proíbe mulheres de irem sozinhas ao médico

“Nessas consultas, a conversa com a paciente pode se prolongar e isto pode resultar em terríveis consequências”, justifica responsável por medida
Membro da Organização de Grandes Ulemás da Arábia Saudita – instituição de teólogos versados nas leis islâmicas -, Qais al Mubarak proibiu que as mulheres sejam atendidas por médicos homens, à exceção de estarem acompanhadas por um homem da família.

Reprodução

Cartaz de campanha saudita contra a violência machista lançada em abril de 2013

A “fatwa” (lei islâmica) emitida por Mubarak torna “ilícito que uma mulher mostre seu corpo perante um médico, e o assunto é mais grave no caso da exposição de partes íntimas”, de acordo com a publicação do jornal saudita Al-Hayat, nesta quinta-feira (13/02).

Segundo o teólogo muçulmano, a proibição inclui os partos e as intervenções cirúrgicas na região pélvica porque “cobrir as partes íntimas do corpo é um dever religioso”. “Nessas consultas ao médico, a sós, a conversa com a paciente pode se prolongar, o que pode resultar em terríveis consequências. Por isso a lei islâmica proibiu tal prática”, advertiu o ulemá Mubarak.

FONTE: Opera Mundi

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: