ANTENA PARANÓICA

lemos e descolamos o que há de melhor na rede

Arquivo para a categoria “bizarro”

Juiz condena mulher a caminhar 48 km por não pagar corrida de táxi


Um juiz criativo, no mínimo, condenou uma mulher de Ohio (EUA) a caminhar 30 milhas (48 km) por não ter pago uma corrida de táxi da mesma distância da pena imposta pela Justiça.

Victoria Bascom, 18 anos, chamou o táxi para ir da cidade norte-americana de Cleveland até Painesville.

Mas ela foi embora depois de chegar até o destino, deixando um calote de US$ 100 (aproximadamente R$ 317).

Por não pagar a corrida, ela foi encaminhada à Justiça.

O juiz Michael Cicconetti, do condado de Lake, deu a ela duas opções: poderia ser obrigada a passar 30 dias na prisão ou então deveria percorrer a pé o trajeto que fez de táxi.

Anúncios

Site ironiza a monarquia e diz que rainha vai para um abrigo de idosos


onion

Quem ler tem a impressão de estar diante um fato real. Falo do registro feito pelo site Onion que anuncia em manchete ter a família real britânica escolhido um abrigo de idoss para internar a rainha Elizabeth. Trata-se, evidentemente, de um fino humor, fazendo ironia com a monarquia inglesa.

“Os membros da família real estão de acordo que eles simplesmente não têm o tempo ou recursos para prover pessoalmente Sua Majestade com o tipo de cuidados constantes que ela precisa e merece neste momento”, disse um porta-voz do Palácio de Buckingham, acrescentando que a família tinha selecionada uma unidade dentro da cidade de Londres, a fim de fazer visitas mensais a partir de seus filhos e netos viáveis.

“A rainha nunca quis ser um peso, e com este acordo, ela será cercada por outros em um estágio similar em suas vidas. Enquanto as acomodações não são, talvez, o que ela está acostumada, ela, sem dúvida, aproveitará as diversas atividades organizadas, como uma noite de cinema e passeios ocasionais ao shopping center.

“Até o momento, o príncipe Charles estava garantindo sua mãe iria ser colocada em um apartamento particular, tao logo tenha algum espaço disponível.

INCRÍVEL: MULHER DIZ QUE FEZ SEXO COM GOLFINHO EM EXPERIÊNCIA DA NASA


margarethhowetlovatt

Um caso ‘sui generis’: uma mulher revelou a BBC que teve relações sexuais com um golfinho nos anos 60 para atender a uma experiência da NASA.

Margareth Howe Lovatt trabalhou num experimento científico para ensinar aos golfinhos como comunicar-se com os humanos.

Um dos mamíferos, de nome Peter, “se apaixonou por ela”.

imagemgolfinho

Para entender melhor toda essa história é bom clicar no blog SEAMOS MAS ANIMALES.

 

 

A solteirice tem causa genética?


Imagem

Acabei de ler no OjoCientifico artigo interessante que diz respeito a que a solteirice se deve a um problema do gene humano. Interessou-se? Então vá lá no blog e leia o artigo: Existe uma causa genética na solteirice.

Americanos ignoram que a Terra gire em torno do sol


4099860276[1]

A National Science Foundation fez uma pesquisa entre 2.200 norte-americanos para determinar a familiaridade da população do país com noções rudimentares de Ciência. Descobriu-se que 26 por centos dos entrevistados ignoram simplesmente que a Terra gira ao redor do Sol. Eles nunca ouviram falar disso, concluíram os pesquisadores.

Vai ver que eles continuam achando que Buenos Aires seja a capital do Brasil.

Coma o que o que eu como, não coma o que eu faço


macdonalds1

PROCESSO INDIGESTO


Dostoiévski é processado 131 anos após morte

Do UOL, em São Paulo

O escritor russo Fiódor Dostoiévski

  • O escritor russo Fiódor Dostoiévski

Cento e trinta e um anos após sua morte, o escritor russo Fiódor Dostoiévski, um dos maiores nomes da história da literatura mundial, foi processado por incitar o desrespeito a um tribunal. As informações são de reportagem da agência de notícias estatal russa Ria Novasti publicada na quinta-feira (1º).

O processo começou após um morador da longínqua região de Kamchatka, no nordeste da Rússia, usar a palavra “idiota” para se referir a um oponente durante um julgamento, em 2011.

Processado criminalmente por desrespeito ao tribunal, o homem alegou em sua defesa que a “perniciosa influência” da leitura de “O Idiota”, uma das obras-primas de Dostoiévski, publicada em 1869, o havia levado a ofender o adversário, e que o escritor deveria ser investigado por incitá-lo a desrespeitar o tribunal.

Após nove meses de supostas investigações sobre a alegação do homem, o processo foi finalmente arquivado no início deste ano pelo fato de o escritor estar morto desde 1881.

Autoridades judiciais russas são obrigadas a processar todos os requerimentos feitos ao Judiciário, independentemente de parecerem absurdos, segundo uma porta-voz.

O crime de desrespeito a tribunal prevê pena de até seis meses de detenção ou multa de 200 mil rublos (cerca de R$ 14 mil) na Rússia.

Inocentado neste processo, Dostoiévski passou grande parte da vida tendo problemas com a Justiça. Em 1849, o escritor foi condenado à morte junto com outras 19 pessoas por distribuir panfletos contra o governo, mas a sentença foi cancelada na última hora.

Caso tivesse morrido na ocasião, ele não teria escrito seus principais romances, como “Crime e Castigo”, “Irmãos Karamazov” e o livro que teria incitado o desrespeito a tribunal praticado pelo morador de Kamchatka.

O gato morria e o dono depilava as sobrancelhas


gato_egipto

No Egito, na antiguidade, os gatos eram uma parte muito importante na vida dos cidadãos. Tanto que, ao morrer um felino, seus donos depilavam as sobrancelhas para mostrar assim a dor pela morte do animal.

Fonte: ERROS HISTÓRICOS

LEITURAS: ELA É CEGA, ELA VÊ…


Cega há 20 anos, idosa tem síndrome que a faz ver alucinações

BBC

21/05/201316h30

  • BBC

    Lillian Boyd, de 86 anos, descreveu suas alucinações como algo perturbadorLillian Boyd, de 86 anos, descreveu suas alucinações como algo perturbador

Lillian Boyd estava cega há mais de 20 anos quando de repente começou a ver as coisas.

Foi uma surpresa quando, aparentemente, dois pequenos labradores pretos apareceram em sua casa no Condado de Durham, no nordeste da Inglaterra. A surpresa foi ainda maior quando ela começou a ver meninas com belos vestidos, e homens que ela não reconhecia.

Aos 86 anos, sua primeira reação foi o medo de falar sobre suas visões e as pessoas acharem que ela estava enlouquecendo.

“Eu estava com medo de falar com o médico porque ele poderia achar que eu tenho demência, considerando a minha idade”, disse ela.

O que ela tem no entanto, é Síndrome de Charles Bonnet, uma condição causada por uma doença nos olhos e não problemas psiquiátricos.

As alucinações não emitem sons e você não pode senti-las, mas elas podem ser, mesmo assim, bem convincentes.

“Você não consegue descrevê-la muito bem. É uma coisa horrível”, disse Lillian.

“Eu vi cavalos, uma vaca, homens. E quando você tenta se levantar e andar, mesmo sabendo que é apenas a sua visão, você não consegue se mover, porque você acha que vai esbarrar nessas pessoas.”

“Elas parecem reais, mas quando você olha bem… eu simplesmente não sei. Eu não consigo definir o que eles são. Não é real, mas eles estão lá. Parecem de verdade.”

Ela disse que os “hóspedes” não convidados, muitas vezes, “ficam o dia todo” e não são bem-vindos.

‘Imagens bizarras’

A síndrome ocorre em pessoas cuja visão se deteriorou. Partes do cérebro associadas à visão começam a criar suas próprias imagens, tendo sido privadas de estímulo do nervo óptico.

Dominic Ffytche, professor do Instituto de Psiquiatria do King’s College London e um especialista na síndrome, disse que foram registrados mais de 200 mil casos da doença no Reino Unido.

No entanto, como as pessoas muitas vezes relutam em admitir ter alucinações, é impossível dizer exatamente quantas desenvolvem o mal.

Lillian Boyd demorou por volta de duas semanas para falar sobre o que estava acontecendo.

Felizmente, seu médico já conhecia essa condição e foi capaz de tranquilizá-la explicando que as alucinações não eram um problema psiquiátrico.

“Ele mencionou Charles Bonnet e disse que já tinha feito uma pesquisa sobre ele porque seu pai teve essa síndrome”, disse Lillian.

Ffytche explicou que existem várias maneiras de distinguir a síndrome de alucinações causadas por problemas psiquiátricos.

“As alucinações causadas por doenças oculares são bastante detalhadas, com estampas e pessoas usando trajes elaborados. São imagens muito bizarras.”

“As pessoas não confundem as imagens com a realidade e nao veem pessoas que elas reconhecem.”

Ele ressaltou que a pesquisa sobre a síndrome ainda estão em andamento.

“O que ainda não sabemos é por que algumas pessoas nunca apresentam a síndrome”, disse Ffytche. “A última pesquisa sugere que a maneira como o cérebro está conectado – a forma como ele faz conexões – pode influenciar.”

“Pode ser que o seu cérebro se adapte melhor à perda da visão se você tiver alucinações.”

‘Alívio maravilhoso’

Não há cura para a síndrome, mas medicamentos usados para outras condições, como epilepsia, demência e esquizofrenia, têm tido resultado para algumas pessoas.

Ffytche acredita que hoje as pessoas têm muito mais consciência sobre a doença do que antes.

“Antes ninguém conhecia a doença, e agora é o inverso”, disse Ffytche.

“Alucinações estão sendo diagnosticadas como doença ocular, e outras causas estão sendo ignoradas.”

Um estudo realizado pelo Ffytche e seus colegas descobriu que, em 20% dos casos, os portadores da síndrome acham as alucinações agradáveis e outros 30% acham as imagens desagradáveis. O restante, metade, tem uma opinião neutra sobre elas.

As alucinações que visitam Lillian Boyd há nove meses se encaixam no último grupo.

Ela disse estar mais confortável agora que sabe que suas visões não são sinais de demência, mas ela ainda as descreve como algo “perturbador”.

Felizmente, ela teve um pouco de descanso recentemente.

“Eu não tenho nenhuma visão há dois dias, e eu agradeço a Deus por isso. É um alívio maravilhoso quando elas não estão lá”, disse.

PASTOR DIZ QUE A SECA É CULPA DO PECADO


PASTORHOMO

O pastor Sargento Isidório (PSB), deputado estadual na Bahia, polemizou ao afirmar que a seca no Nordeste, considerada a pior dos últimos anos, é consequência do avanço do pecado.

Isidório é responsável pela Fundação Doutor Jesus, um centro de reabilitação voltado para dependentes químicos e localizado em Candeias, região metropolitana de Salvador.

Identificando-se como “ex-homossexual, ex-drogado e ex-bandido”, o pastor concedeu entrevista ao Bahia Notícias e afirmou que ficou insatisfeito com a nota de repúdio que seu partido emitiu contra o pastor Marco Feliciano (PSC-SP), por conta das declarações polêmicas feitas a respeito da África e dos homossexuais.

A nota, segundo o pastor, seria de responsabilidade dos “viados e viadas lá dentro [da direção do partido]“, e que a presidente estadual do PSB, senadora Lídice da Mata, seria uma das incentivadoras dessa postura: “Ela é de Oxum e eu sou de Jesus. Eu também já fui de Oxum quando era homossexual”, revelou, antes de ressaltar não temer represálias dos colegas de partido: “Se essas desgraças [partidos] prestassem, eram inteiros”.

O pastor afirma que a homossexualidade é uma “afronta” a Deus, e isso o estaria irritado, a ponto de Ele impor castigos à humanidade, como a seca no Nordeste do Brasil, as enchentes no Sudeste, os atentados terroristas em Boston e a ameaça de guerra da Coreia do Norte.

Para ele, líderes mundiais deveriam medir suas declarações a fim de evitar mais catástrofes: “A Bíblia fala que, se nos últimos tempos se multiplicasse a iniquidade, aconteceria esses fenômenos. Foi só Barack Obama começar a falar em casamento gay que o bicho começou a pegar, atentado em Boston, ameaça de Coreia do Norte”, enumerou, segundo o jornal A Tarde.

No entanto, o pastor Sargento Isidório afirma que apesar de seu abandono à homossexualidade, ainda precisa se policiar para evitar a tentação: “O pastor é humano. Claro que eu tenho medo de recaída. Eu não posso ficar junto de um homem muito tempo porque a carne é fraca”, avisou.

Informação compilada Gospel/Mais

Navegação de Posts