ANTENA PARANÓICA

lemos e descolamos o que há de melhor na rede

Arquivo para a categoria “humor”

‘Machado Vingativo’ e a versão de ‘Beijinho no ombro’


machadovingativo

No Facebook é possível se deliciar com a versão elitizada de “Beijinho no ombro’, que segundo o autor seria a maneira de Machado de Assis (sem paciência para aguardar a metempsicose, valer-se de médiuns) se vingar da falta de respeito para com a Literatura Brasileira.

 

Almejo longevidade às antagonistas

A fim de que vislumbrem rotineiramente nossos louros

Confrontas? Ofereço disparos! Litígios!

PETARDOS!

Creio no Primum Mobile, converto-o em resguardo

Brame teus ganidos, pois não t’atendo

De cá da frisa dificilmente te vislumbro

Passas ridículo, desejas tão-somente exibir-te

Não me tomes por poltrão!

Disposto estou a esse confronto

Mantenha-te bonançoso, livra-te desta zelotipia

Captações de eflúvios prostitúticos zunem, potentes

Basta! Porta contigo toda zelotipia!

Vai-te para… (EVOÉ, súcubo! Evoé!)

Suaves ósculos na espádua: exorcismo da zelotipia

Suaves ósculos na espádua: aos ínvidos dedicados

Suaves ósculos na espádua: para os que cerram os veículos urbanos elétricos

Suaves ósculos na espádua: para os jubilosos

Anúncios

CHAT: UM JEITO DE ENGANAR-SE MUTUAMENTE


chat

A BURRA VIRTUOSA QUE VIROU PEÇA DE LOPE DE VEGA


Fuenteovejuna é uma peça do grande Lope de Vega que, ao longo dos anos, tem sido representada como exemplo da unidade de um povo contra a injustiça.

Em 1750, na cidade francesa de Vanves, um homem chamado Jacques Ferron foi descoberto copulando com a sua namorada … desculpe, com a sua burra. As leis daquele tempo eram muito clara… homem e a besta que fossem flagrados nesse tipo de relação, eram condenados ao enforcamento.  

No  dia do julgamento, porque ele foi julgado, o advogado da burra entrou com uma notificação assinada por quase todos os moradores, incluindo o pároco, detalhando as virtudes da burra:

Durante os quatro anos que a burra tem vivido na aldeia, a sua conduta tem sido irrepreensível, não atuou em nenhum escândalo, foi uma trabalhadora dedicada e se caracteriza por levar uma vida virtuosa.

O fato é que o juiz, diante desta alegação de virtuosismo, absolveu a burra e quanto a Jacques Ferron, que não devia ser muito bemquisto na aldeia, foi condenado à morte.

LIÇÃO DO DIA: SE ENTRAR NUMA FRIA, TIRE PARTIDO DISSO


PLACA ESTRANHA: Proibe jogar num campo de futebol


PASSOU 10 ANOS REGANDO FLORES E DESCOBRE AGORA QUE SÃO DE PLÁSTICO


“Eu passei dez anos regando flores de plástico”

Li essa notícia postado por Xavi Puig, no blog El Mundo Today 

Arles Andrea concluiu que sua vida foi uma farsa quando, há seis meses, ela descobriu que as flores que vinha regando há dez anos não passavam de imitações de plástico. Agora está lançando um livro para contar sobre sua vida e a farsa que viveu a partir de um presente do próprio marido.

O título de seu livro, “Inferno”, faz alusão à primeira coisa que disse quando percebeu que ela tinha regado as flores de plástico.”Eu deixei cair o pote no chão e as flores ficaram pregadas ao chão, como um lanche. Eu vi que não poderia ser orgânica e exclamei: ‘Porra!’. Eu tinha recebido do meu marido. Flores falsas que ele deu a mim e não disse nada que eram de plástico”.

NOMINE A QUEM PERTENCEM ESSAS CAMISAS


FRASES DE QUEM NÃO DEIXOU SAUDADES


“Uma das melhores coisas dos livros é que, às vezes, têm gravuras fantásticas”.

George W. Bush caiu da bicicleta mais de uma vez.
Proteja sua cabeça com um capacete.

HUMOR. HOMEM ARANHA NO RESTAURANTE



– Garçom! Só tem uma mosca na minha sopa?…

FONTE: LA VIÑETA SATÍRICA

CONTRIBUIÇÃO PARA OS DISTINTOS SENADORES



Acabei de ouvir um senador (Pedro Taques-PDT/RS) aparteando o colega Álvaro Dias na sessão plenário do Senado Federal e finalizando sua participação com a frase: “Isso é colóquio flácido para acalentar bovino”. Eu, realmente, não sabia o que significa até que ele próprio traduziu a frase: conversa pra boi dormir.

Interessado a contribuir com essa ‘riqueza vocabular’, o ANTENA PARANÓICA lista a seguir algumas outras citações para melhorar a performance dos políticos que, em Brasília, já estão demonstrando aprender alguma coisa: encher o saco da gente, agora com linguiça vocabular.

1 – Prosopopéia flácida para acalentar bovinos.
(Conversa mole pra boi dormir);

2 – Colóquio flácido para bovino repousar.
(História pra boi dormir);

3 – Romper a face.
(Quebrar a cara);

4- Creditar o primata.
(Pagar o mico);

5 – Inflar o volume da bolsa escrotal.
(Encher o saco);

6 – Derrubar, com a extremidade do membro inferior, o suporte sustentáculo de uma das unidades de proteção solar do acampamento.
(Chutar o pau da barraca);

7 – Deglutir o batráquio.
(Engolir o sapo);

8 – Derrubar com intenções mortais.
(Cair matando);

9 -Aplicar a contravenção do João, deficiente físico de um dos membros superiores.
(Dar uma de João sem braço);

10 -Sequer considerando a utilização de um longo pedaço de madeira.
(Nem a pau);

11 – Sequer considerando a possibilidade da fêmea bovina expirar fortes contrações laringo-bucais.
(Nem que a vaca tussa);

12 – Sequer considerando a utilização de uma relação sexual.
(Nem *******);

13 – Derramar água pelo chão, através do tombamento violento e premeditado de seu recipiente com a extremidade do membro inferior.
(Chutar o balde);

14 – Retirar o filhote de eqüino da perturbação pluviométrica.
(Tirar o cavalinho da chuva);

Essa última foi tirada do mais culto livro de palavras clássicas da língua portuguesa:

15 – A bucéfalo de oferendas não perquiris formação ortodôntica!
(A cavalo dado não se olham os dentes!);

ADVERTÊNCIA PARA FINS DE SEMANA OU FERIADOS:
O orifício circular corrugado, localizado na parte ínfero-lombar da região glútea de um indivíduo em alto grau etílico, deixa de estar em consonância com os ditames referentes ao direito individual de propriedade.
(C.ú de bêbado não tem dono)

Navegação de Posts