ANTENA PARANÓICA

lemos e descolamos o que há de melhor na rede

Arquivo para o mês “julho, 2011”

HSBC VAI DESPEDIR 10 MIL FUNCIONÁRIOS



O banco britânico HSBC anuncia amanhã, segunda feira, a demissão de 10.000 de seus funcionários em todo o mundo.

O banco, que tem uma equipe de mais de 300 mil funcionários, planeja fazer que as demissões sejam efetivadas no próximo ano, como parte da estratégia de seu novo CEO, Stuart Gulliver, que anunciou em maio passado um bilionário plano de redução de despesas.

FONTE

Anúncios

O SALVAMENTO DA BALEIA




Li neste domingo no La Stampa.it sobre o caso da baleia que ficou presa a uma rede de pescadores e uma equipe da Califórnia foi salvá-la. Michael Fishbach, co-fundador do grupo para a proteção das baleias, “The Great Conservancy Whale”, foi protagonista de uma história maravilhosa de resgate.

De férias com os amigos no Mar de Cortez para fotografar baleias, ele observou um baleia jubarte com uma corcunda aflorando na água, aparentemente morta. Mergulhou para verificar sua condição de perto, o animal estava paralisado por conta de centenas de metros de rede de pesca, ficando incapaz de se mover e respirar.

Daí houve a ação para salvar a baleia que, no final de tudo, oferece um show de dança como a querer agradecer o gesto.

A VERDADEIRA ARMA DE DAVID CONTRA GOLIAS


UM GIF PARA RODAR O MUNDO



Esta imagem em gif está sendo repassada por e-mails a internautas como parte de campanha contra o câncer. Pede-se para que essa mulher possa dar a volta ao mundo informando sobre os riscos da doença.

Atente para qualquer dor ou desconforto pélvico ou abdominal, vagos mas persistentes problemas gastrointestinais como gases, náuseas e indigestões;

Vontade de urinar frequente e/ou urgente, sem que tenha alguma infecção;

Perda ou ganho de peso inexplicável;

Pelve ou abdomen inchados, entumescidos e/ou com sensação de cheio, cansaço anormal, ou mudanças inexplicáveis dos seus hábitos intestinais.

Se esses sintomas persistirem por mais de duas semanas, peça a seu médico uma combinação de exames pélvico/retal , exame de sangue CA-125 e ultrassom transvaginal.

O exame de Papanicolau NÃO detecta câncer ovariano.

EXISTÊNCIA: DE ONDE VIEMOS?



Para quem se interessar em ler Stephen Hawking (no original) ele escreve artigo deste mês na revista Scientist. Denominado “Existência: De onde viemos?”, o texto aborda as questões filosóficas dos porquês estamos aqui, de onde procedemos e qual a nossa destinação.

Quem tiver o Chrome tem chance de traduzi-lo. Clique AQUI.

O TOTÓ NA ERA DA IGUALDADE DO GÊNERO



Uma novidade que se reciclou: o totó agora ganha versão com jogadoras, demonstrando que já há igualdade de gênero nessa modalidade, além de buscar estimular o gosto pelo futebol pelas meninas. O brinquedo me faz lembrar os tempos de universidade.

No curso de Comunicação da UFC, a ditadura não permitia que tivéssemos um jornalzinho-laboratório para treinar e expor nossas ideias. Os milicas, provavelmente, tinha medo de que pudéssemos subverter a ordem das coisas. Tinha até PF misturado à turma nas salas de aulas. Intervalo de aula, já viu, era um nada fazer. Até que alguém inventou algo novo.

O diretor cultural e de esportes do curso, na época, era o Luiz Eduardo Solon, hoje diretor do radiojornalismo da Verdes Mares. Ele chegou a realizar até uma olimpíada onde eu fui inscrito numa equipe que nunca compareci. Mas voltando ao totó: sem ter o que fazer, ele resolveu criar uma sala de esportes e colocou um totó para a diversão dele, minha, do Carlos Alberto da Silveira, um dos melhores amigos que tive na UFC. A coisa rendeu muito porque congraçou as turmas de Letras, Sociologia, Filosofia e História, cursos que funcionavam na mesma unidade.

Os totós eram sempre fabricados com bonecos jogadores. Hoje em dia, a coisa mudou. A presença de mulheres como Marta em times de futebol começa a ser notada. E uma empresa lançou um desses brinquedos com mulheres e quer aumentar ainda mais o interesses das meninas pelo futebol.

É UM HERÓI QUEM CONSEGUE ESSA FAÇANHA


CANTORA HOMENAGEIA OS MORTOS AOS 27 ANOS



A cantora M.I.A. divulgou neste domingo uma música que fala sobre “morrer aos 27 anos”, em homenagem a Amy Winehouse, que morreu ontem com essa idade, se juntando a outros nomes como Kurt Cobain, Jim Morrison e Jimi Hendrix. Escute a música aqui.

M.I.A. publicou a faixa em sua página do site Soundcloud e a dedicou a “todos seus amigos que morreram aos 27”.

No Twitter, a cantora disse que a faixa era uma demo que ela nunca chegou a terminar e que foi gravada antes do lançamento de sua mixtape “Vickileekx”, do ano passado. “Descanse em paz, Amy”, acresentou M.I.A.

said your all mouth and no brains

all rock stars go to heaven

you said you’ll be dead at 27

when we drunk in a English tavern

the owner poured you the Bourbon

and you drunk your self so rotten

he got so rich he bought a Bentley

and moved himself to Devon

you started dirty dancing

and you bar tended a dozen

i took you to the clinic

to get you clean but you couldn’t

said in 2 days ur 27 and and ur destiny was comin

and ur papa passed so sudden

and left you with lil somin

you blew that money on a mountain of drugs

and staged your self a bedin

a month later when i popped in

your still high but the winter set in

i bought you a coffee and a muffin

and you quoted me some Lenin

i wished i was that clever

but thats what kept me coming

your friendship did mean somin

but you left me for nothin

when i left, you befriended a rope

and i found you both were hanging.

disse sua boca todos e sem cérebro

todos os astros do rock vão para o céu

você disse que estarei morto em 27

quando bêbado em uma taberna Inglês

o proprietário derramou-lhe o Bourbon

e você bêbado sua auto tão podre

Ele ficou tão rico que comprou um Bentley

e mudou-se para Devon

você começou a dançar suja

e você tende bar de uma dúzia de

i você levou para a clínica

para começá-lo limpo, mas você não poderia

disse em 2 dias o destino ur ur e 27 e foi chegando

e ur papa passou tão súbita

e deixou-o com lil Somin

você fundiu esse dinheiro em uma montanha de drogas

e encenou seu self um Bedin

um mês depois, quando eu apareci no

o seu ainda elevado, mas o conjunto de inverno em

eu comprei-lhe um café e um muffin

e você me citou alguns Lenin

Eu queria era que inteligente

mas isso é o que me manteve vindo

sua amizade quis dizer Somin

mas você me deixou por nada

quando saí, você fez amizade com uma corda

e eu achei que ambos estavam pendurados.

BANDA LANÇA DISCO DE CHOCOLATE



Um disco que pode facilmente ir do picape para a mesa de café. Falo da ideia açucarada da banda escocesa Found. Ela lançou seu novo single, através de um vinil feito de chocolate.

Para dar conta do projeto, a banda contou com a ajuda de um padeiro, Ben Milne, que conseguiu com sucesso criar o registro inteiro, incluindo o rótulo de papel.

Enquanto houver condições de tocar, o ouvinte vai curtir o sucesso da banda “Paint Suba-Anti”. Depois, vai fazer a delícia dos chocólatras.

Em entrevista, Milne disse: “Já que a produção dos CDs está ficando muito onerosa, o registro em chocolate pode ser parte de um ressurgimento do vinil”. Quem sabe, ele vá fazer as pessoas a retirar os seus velhos discos antigos das gavetas e eles voltarem ao devido lugar.

ORIGINAL: TAXI

E ESSA AGORA DE QUE A LETRA DA MÃO VAI SUMIR NO ENSINO?



A informação está na reportagem do jornal Agora, assinada por Rafael Italiani. Ela fala das mudanças que ora ocorrem em relação ao uso da escrita.

Com suas formas arredondadas, a letra de mão –também chamada de cursiva– desafiou gerações de crianças, que tiveram o primeiro contato com o abecedário por meio dela. Hoje, porém, seu ensino dá sinais de caminhar para a extinção nas escolas.

Autoridades educacionais do Estado de Indiana (EUA) anunciaram que o aprendizado da letra de mão será opcional a partir de agora e deve ser banido em alguns anos, privilegiando a letra de forma, conhecida como bastão. Outros 40 Estados americanos também devem colocar a letra de mão na berlinda escolar.

A justificativa: não faria mais sentido perder tempo ensinando algo tão distante da realidade das crianças, cada vez mais íntimas da digitação e avessas ao conjunto papel-lápis-caneta”.

Navegação de Posts